Athletico não sai da forte marcação do Danubio e perde em casa. Mas segue líder do Grupo E da Sula – Foto: Albari Rosa/AFP via Getty Images

Surpresa na Sul-Americana, afinal, o melhor time da competição, o Athletico-PR, perdeu, em casa, para o Danubio, 2 a 1. O jogo desta quarta-feira (15/5) foi pela quinta rodada do Grupo E. E para desespero os 22.926 que compareceu à Ligga Arena, em Curitiba, o Furacão, mesmo com posse de bola massacrante, 80%, viu os uruguaios saírem com o triunfo. Os gols foram de Ignácio Pintos e Sebástian Fernández para os uruguaios, no primeiro tempo. Di Yorio fez para o Furacão nos acréscimos da etapa final.

A derrota fez o Athletico perder a campanha 100% e colocar em risco o primeiro lugar do Grupo E. Afinal, parou nos 12 pontos. Assim, pode perder a posição para os paraguaios do Sportivo Ameliano, dez pontos. O Danubio segue com chance de terminar em segundo e jogar a repescagem contra um terceiro colocado que virá da Libertadores. Afinal, pulou para sete pontos. Na última rodada, no dia 30, o Furacão recebe o Ameliano. Já o Danúbio joga em casa com o eliminado Rayo Zuliano (zero ponto).

Veja aqui a tabela de classificação da Copa Sul-Americana

Athletico não faz. Mas leva

Bem superior tecnicamente, com os atacantes Pablo e Mastriani fazendo pela primeira vez a dupla de ataque titular e encaixando a marcação, o Athletico foi superior no primeiro tempo. Criou boas jogadas pelos flancos e teve boas chances nos primeiros 25 minutos. Mastriani e Erick obrigaram o goleiro Goicoechea a fazer boas defesas. E Pablo, na pequena área, isolou a melhor chance. Contudo, aos 28, no primeiro ataque que o Danubio encaixou, fez o gol.  Ancheta cruzou da direita e Ignácio Pintos se antecipou a Cuello para, de cabeça, fazer 1 a 0 para os paraguaios.

O Furacão ficou em cima, mas não marcou: Mastriani cabeceou para grande defesa de Goicochea. Aliás, se não fazia na frente, o Furacão falhava atrás. Aos 42, um chutão que saiu da defesa era de fácil corte. Porém, Kaíque Rocha perdeu o tempo e foi encoberto pela bola. Sebástian Fernández aproveitou e, de primeira, encobriu Bento. Danúbio 2 a 0.  Mas antes do juiz encerrar o primeiro tempo, Zapelli perdeu mais um gol para o Furacão. E tome vaia da torcida, incrédula em como um toime com 80% de posse e mais do que o dobro de finalizações (10 a 4), foi para o intervalo levando de 2 a 0.

Furacão só diminui no fim

No segundo tempo, Cuca ousou, tirando defensores, colocando atacantes e fazendo o time ficar em cima o tempo inteiro. E, se no primeiro tempo o time uruguaio ainda tentou alguma coisa na frente. Na etapa final se fechou. Mesmo num jogo de ataque contra defesa, o Athletico só conseguiu sucesso na finalização aos 49 minutos, num chuveirinhio na área em que Di Yorio ficou com a sobra e colocou na rede. Mas não dava tempo para o empate.

ATHLETICO 1X2 DANUBIO-URU

Copa Sul-Americana 2024 – Quinta rodada – Grupo E
Data:15/5/2024
Local: Ligga Arena, em Curitiba (PR)
Público: 22.926
Renda: R$ 629.590,00
ATHLETICO: Bento; Leo Godoi  (Alex Santana, Intervalo), Kaique Rocha, Gamarra (Christian, 13’/2ºT) e Esquivel; Fernandinho, Erick, Zapelli (Canobbio, Intervalo) e Cuello (Julimar, 13’/2ºT); Pablo (Di Yorio, 20’/2ºT) e Mastriani. Técnico: Cuca
DANUBIO: Goicoechea; Ancheta, Matías González (Ferreira, Intervalo), Etchebarne e Fracchia;  Santiago Romero, Ignacio Pintos (Bueno, 40’/2ºT), Peralta (Sosa, 35’/2ºT), Sebástian Fernández e Leyes (Silvestre, 26’/2ºT); Tizón (Lewis, 26’/2ºT). Técnico: Alejandro Apud
Gols: Ignácio Pintos, 28’/1ºT (0-1); Sebástian Fernández, 42’/1ºT (0-2). Di Yorio, 49’/2ºT (1-2)
Árbitro: Carlos Ortega (COL)
Assistentes: David Fuentes (COL) e Javier Patiño (COL)
VAR: Susana Corella (ECU)
Cartões amarelos: Mastriani, Esquivel, Canobbio (ATH); Mathias González, Goicoechea, Tizón (DAN).

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Comentários