As homenagens pelo reconhecimento da CBF pelo título de campeão brasileiro de 1937 não param. Dessa vez a diretoria do Atlético convidou familiares de alguns jogadores à sede do clube para repassar camisas personalizadas.

Na partida contra o Botafogo, os atuais jogadores do Galo homenagearam os campeões da época com os nomes deles nas costas da camisa. O goleiro Everson, por exemplo, entrou em campo com a camisa de Kafunga. Já Paulinho, autor do gol, usou o nome “Guará” acima do número 10.

Continuam as homenagens por 1937 – Foto: Divulgação / Atletico

Demétrio Abras, filho de Eduardo, reserva em 1937, afinal, festejou a decisão do clube.

“Homenagem ao meu pai e outros atletas do Atlético que honraram camisa na época do romantismo. Então, poxa, é muito bacana e diferente você vê o meu nome ligado à história do Atlético, do meu pai. Não tem explicação”, afirmou Demétrio ao ge.

No jogo contra o Botafogo na Arena MRV, afinal, familiares dos campeões de 1937 acompanharam de camarote a vitória do Atlético na nova casa do Atlético. Eles também receberam do clube uma réplica do troféu da época do título.

O clube decidiu, ainda, reunir o conselho deliberativo para entregar a cada um dos seus integrante medalha relativa ao Campeonato Brasileiro de 1937.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Comentários