O Flamengo enfrentou o Vasco nesta quinta-feira, no Maracanã, pela nona rodada do Cariocão-2021. Veja como o J10 analisou a performance dos Rubro-Negros na partida.

Gerson foi bem marcado e teve atuação apenas mediana. Ainda assim fez as melhores jogadas do Flamengo – Alexandre Vidal / Flamengo

DIEGO ALVES –  Sem culpa nos gols e duas boas defesas  NOTA 6,0

ISLA –  Sempre se colocou bem no apoio. Quase sempre fez cruzamentos ruins. Partida apagada NOTA 4,5

WILLIAN ARÃO –  Bom nos desarmes e nas saídas de bola. Mas os erros de marcação deixaram o jogador perdido  em campo  NOTA 5,5

BRUNO VIANA –  Falhou no primeiro gol ao não subir com Léo Matos. Falhou no segundo gol ao ser envolvido por Cano. Não deu o bote no terceiro gol. Partida muito ruim NOTA 3,5

FILIPE LUÍS –  Alguns bons lances no ataque. Na defesa, deixou a desejar na marcação e ainda teve o desprazer de ver Bruno Viana cobrir mal o seu setor NOTA 5,0

JOÃO GOMES –   O garoto foi, curiosamente, o único que tentou explorar jogadas mais arriscadas, com lançamentos para as infiltrações dos companheiros, preferencialmente Isla. Mas não estava bem na marcação, sendo envolvido pelo quinteto ofensivo em vários momentos. Foi substituído no intervalo. NOTA 5,5

DIEGO –   Foi bem na distribuição de bolas, mas quase nenhuma foi ousada, só  toquinhos. Deveria ter sido mais criativo e só apareceu mais no ataque na reta final da partida NOTA 5,0

GERSON –  Embora mostrasse até alguma displicência e perdesse bolas fáceis, foi quem buscou o jogo, caiu pelos flancos e quase fez um belo gol no segundo tempo. O melhorzinho NOTA 6,5

EVERTON RIBEIRO –  Uma chance no primeiro tempo. Ciscou, ciscou e nada. Mais uma partida extremamente apagada.  NOTA 3,5

GABIGOL –  Recebeu uma ou outra bola, mas não teve eficácia alguma. Uma de suas piores partidas com a camisa do Flamengo NOTA 4,0

BRUNO HENRIQUE –  O único do ataque que buscou algo, perdendo duas chances, criando algumas jogadas que os companheiros não aproveitaram e dando trabalho aos defensores  NOTA 6,0

MATHEUZINHO –  Apoiou tanto quanto Isla,  buscou infiltrar para chegar ao fundo, mas não deu em nada. E ainda deixou espaços na defesa NOTA 4,0

VITINHO –  Sua entrada melhorou o ataque do Flamengo. Mas ele prendeu demais a bola. Acabou fazendo o gol único do Flamengo no último lance do jogo NOTA 5,5

RODRIGO MUNIZ –  Entrou já com o Flamengo no desespero e não se deu bem. Recebeu poucas bolas   NOTA 5,0

TEC: ROGÉRIO CENI  –  Não contou com Rodrigo Caio e Arrascaeta. Essa dupla fez uma falta tremenda. Tinha uma boa estratégia, liberando Gerson e colocando Everton Ribeiro na função de Arrasca. Mas os erros defensivos e a falta de apuração no ataque foram fatais. O time dominou, mas sem efetividade. As substituições no intervalo surtiram algum efeito, mas nada que mudasse o jogo NOTA 5,0

Comentários