Com atuação irregular, principalmente no primeiro tempo, mas sempre buscando o ataque, o Brasil, na noite desta terça-feira, conseguiu excelente resultado ao derrotar por 4 a 2 o Peru pela segunda rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo do Qatar-2022. A partida foi realizada em Lima, no Estádio Nacional. Com o resultado, a Seleção fecha a rodada na liderança, com seis pontos e saldo de sete gols. O grande destaque foi Neymar, autor de três gols (dois de pênalti) das maiores jogadas do Brasil. Ney sai da partida com novo status histórico: ele é o segundo maior goleador da Seleção em jogos oficiais na história, ultrapassando Ronaldo Fenômeno: 64 a 62. Está atrás apenas de Pelé (75 gols). Vale citar que estes são números em jogos que a Fifa considera oficial (leia mais abaixo).

Neymar celebra um dos gols sobre o Peru
Neymar celebra ao lado de Richarlyson. Os dois fizeram os gols do Brasil (Lucas Figueiredo/CBF)

O jogo teve momentos distintos. O Brasil alternou bons e maus momentos, saiu atrás do placar (Carrillo, aos cinco), empatou num pênalti em Neymar que o próprio 10 cobrou. Na etapa final voltou a ficar atrás (gol de Tapia), mas ematou na hora certa em escanteio cobrado por Neymar, e Richalyson quase na linha concluindo uma cabeçada de Firmino, e chegou à vitória graças a uma tacada certeira de Tite: ao tirar Firmino e Coutinho para as entradas de Everton Ribeiro e Cebolinha, ele fez o time ficar muito mais veloz e objetivo e jogadas de Everon (terceiro gol, com pênalti em Neymar que o 10 cobrou e virou o jogo) e Everton Ribeiro (chute na trave que Ney pegou a sobra, matou o jogo.

Demais resultados da rodada 2

Bolívia 1×2 Argentina (Marcelo Moreno; Lautaro e Aquino); Venezuela 0x1 Paraguai (Giménez); Equador 4×2 Uruguai (Estrada-2, Caicedo e Plata; Luiz Suárez-2); Chile 2×2 Colômbia (Alexis Sánchez, Vidal; Falcao Garcia e Lerma)

Classificação

1 – Brasil e Argentina, 6; 3 – Colômbia e Paraguai, 4; 5 – Equador e Uruguai, 3; 7 – Chile e Peru, 1; 9 – Venezuela e Bolívia, zero.

Próxima rodada

12/11 – Colômbia x Uruguai, Bolívia x Equador, Argentina x Paraguai, Chile x Peru e Brasil x Venezuela

Artilharia da Seleção

Pelos números da Fifa, que considera apenas jogos contra seleções nacionais, os maiores artilheiros do Brasil são: Pelé (75), Neymar (64), Ronaldo (62), Romário (55) e Zico (48)

Considerando todos os jogos que a Seleção entrou em campo, a lista é a seguinte: Pelé (95), Ronaldo (67), Zico (66), Neymar (64) e Romário (56)

PERU 2X4 BRASIL

13/10/2020 – Eliminatórias para a Copa do Mundo-2022 – Rodada 2
Estádio Nacional de Lima (PER) – portões fechados

PERU: Gallese (Orlando City-EUA); Advíncula (Rayo Vallecano-PER), Zambrano (Boca Juniors-ARG), Abram (Vélez Sarsfield-ARG) e Trauco (St. Etienne-PER); Tapia (Celta-ESP), depois Cueva (Malatyaspor/TUR), aos 44 do 2T, Carrillo (Al Hilal-ARA), Aquino (León-MEX), Yotún (Cruz Azul-MEX) e Christopher González (Sporting Cristal), depois Araújo (Emmen-HOL); Farfán (Sem clube), depois Polo (Portland Timber-EUA, aos 51 do 2T). TEC: Ricardo Gareca

BRASIL: Weverton (Palmeiras); Danilo (Juventus-ITA), Marquinho (PSG-FRA), depois Rodrigo Caio (Flamengo, aos 11 do 1T), Tiago Silva (Chelsea-ING) e Renan Lodi (Atlético de Madrid-ESP), depois Alex Telles (Man. United-ING); Casemiro (Real Madrid-ESP) e Douglas Luiz (Aston Villa-ING); Richarlyson, Philippe Coutinho (Barcelona-ESP), depois Everton Ribeiro (Flamengo, aos 24 do 2T) e Neymar (PSG-FRA); Firmino (Liverpool-ING), depois Everton Cebolinha (Benfica, aos 24 do 2T). TEC: Tite

Juiz: Julio Bascuñán (Chile)
Assistentes: José Retamal e Raul Orellana (Chile)
Árbitro de vídeo: Piero Maza (Chile)

Gols: Carrillo (1-0, aos 5 do 1T); Neymar, de pênalti (1-1, aos 19 do 2T); Tapia (2-1, aos 13 do 2T); Richarlison (2-2, aos 19 do /2T); Neymar, de pênalti (2-3, aos 37 do 2T); Neymar (2-4, aos 48 do 2T).

Cartão Amarelo: Tapia e Christopher Gonzalez (PER)
Cartão Vermelho: Zambrano (PER)

Comentários