O centroavante Germán Cano vem conseguindo melhorar seu próprio desempenho no Fluminense mesmo após a melhor temporada da sua carreira. Afinal, o argentino alcançou a marca de 20 gols com 17 partidas a menos em comparação ao ano de 2022. Inclusive, dobrando a sua média de gols que era de 0,5 na temporada passada.

Na atual temporada, o camisa 14 alcançou as duas dezenas de gols em 19 duelos. Em um primeiro momento a impressão era que o camisa 14 não conseguiria repetir ou até mesmo superar seu rendimento pelo Tricolor. Isso porque Cano ficou os quatro primeiros compromissos do ano sem balançar as redes. A propósito, igualando o seu maior jejum pela equipe. No entanto, conquistou a única artilharia em âmbito nacional que lhe faltava, a do estadual

Vale destacar que a temporada passada foi o mais goleadora do argentino. Em contrapartida a 2023, na condição de titular absoluto, ele chegou ao clube para ser reserva de Fred e tomou a vaga do ídolo no final de fevereiro. O centroavante anotou 44 gols em 70 jogos, sendo artilheiro da Série A e da Copa do Brasil.

Cano celebra um de seus gols pelo Fluminense na semifinal do Carioca contra o Volta Redonda – Marcelo Gonçalves / Fluminense FC

Por sinal, bateu o recorde de maior artilheiro no Brasil desde 2006. Anteriormente, os donos do melhor feito eram Neymar e Gabigol, em 2012 e 2019, respectivamente. Ambos marcaram 43 gols em cada ocasião.

Maior aproveitamento em pênaltis pelo Fluminense

Na temporada passada, o argentino desperdiçou o único pênalti que cobrou, na segunda partida da decisão do Carioca com o Flamengo. Principalmente pelo seu histórico negativo ao perder duas penalidades decisivas quando defendia o Vasco.

Em 2023, Cano passou a chamar mais a responsabilidade e converteu três dos quatro pênaltis que bateu. Os acertos foram nas goleadas sobre Bangu, Volta Redonda e Flamengo, no jogo de volta da final do estadual. Por outro lado, o erro ocorreu na estreia do Tricolor pelo Campeonato Brasileiro. Mesmo assim, o time das Laranjeiras conquistou um triunfo por 3 a 0 sobre o América-MG.

Segundo maior artilheiro do Tricolor no século

Nesta temporada, o argentino chegou aos 2o gols na vitória por 3 a 0 sobre o Paysandu pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil, na última terça-feira (25). Enquanto isso, no ano passado, ele alcançou esta mesma proeza no início de junho, quando superou o Atlético por 5 a 3 pela décima rodada do Campeonato Brasileiro.

Depois de pouco mais de duas temporadas, Cano soma 64 tentos e ultrapassou Magno Alves na lista de máximos goleadores do século XXI no Tricolor. Dessa forma, o camisa 14 assumiu a segunda colocação, atrás apenas de Fred que marcou 199 gols.

Confira o top10 dos goleadores do Fluminense neste século

1º  – Fred (199 gols)
2º – Cano (64 gols)
3º – Magno Alves (63 gols)
4º – Conca (56 gols)
5º – Tuta (52 gols)
6º – Thiago Neves (50 gols)
7º – Cícero (49 gols)
8º – Romário (48 gols)
9º – Washington (45 gols)
10º – Rafael Sóbis (41 gols)

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook

Comentários