Primeira cartada de Tiago Nunes no Corinthians em 2020, Victor Cantillo hoje é uma carta quase fora do baralho no clube. Com contrato apenas até o final do ano, o volante colombiano não entra em campo desde abril e sequer é relacionado para um jogo desde a estreia de Vanderlei Luxemburgo, no começo de maio.

Recentemente, o Corinthians chegou a informar que o volante sentiu um desconforto durante um treino e, desde então, não divulgou notícias sobre o atleta. Com forte concorrência e pouco espaço com Luxemburgo, existe a possibilidade do colombiano deixar a equipe no próximo mês.

Começo empolgante

A chegada de Cantillo ao Corinthians foi um pedido de Tiago Nunes à diretoria no começo de 2020. O treinador havia enfrentado o colombiano na final entre Athletico e Junior Barranquilla, pela Copa Sul-Americana, e gostou do que viu.

O Corinthians, então, investiu pesado e acertou a chegada do volante. Com Tiago Nunes, Cantillo virou titular absoluto do Timão logo de cara e ganhou a torcida com os seus lançamentos precisos. Tal característica chegou a levar parte da torcida a apelidá-lo de ‘Kroostillo’, fazendo referência ao jogador alemão do Real Madrid.

Com a saída do treinador, o jogador ainda seguiu na equipe titular durante alguns jogos com Coelho e no começo da passagem de Vagner Mancini.

Corinthians x Atlético-MG,
Cantillo teve bom início com Tiago Nunes – Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Nível de Cantillo cai no Corinthians

Com os lançamentos como sua principal qualidade, Cantillo passou a ser questionado por sua pouca velocidade e poderio defensivo. Assim, na reta final da passagem de Vagner Mancini, o colombiano, também atrapalhado um pouco por lesões, passou a ficar mais no banco de reservas e, em algumas oportunidades, sem entrar em campo.

O desempenho do volante com Sylvinho teve altos e baixos. Isso porque, alternando jogos como titular e reserva, foi com o treinador que Cantillo conseguiu balançar as redes adversárias nas únicas duas vezes até aqui (contra Bahia e Fortaleza).

Cantillo comemora gol marcado pelo Corinthians contra o Fortaleza, pelo Brasileirão de 2021 – Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Assim como aconteceu com os dois técnicos anteriores, Cantillo alternou jogos bons e ruins com Vítor Pereira. Entre junho e julho de 2022, o colombiano até engatou uma sequência com o português, mas a falta de intensidade logo o fez perder espaço.

2023 apagado para Cantillo no Corinthians

Do começo do ano até aqui, Cantillo tem apenas sete jogos feitos com a camisa do Corinthians, sendo todos eles com Fernando Lázaro como técnico, e apenas dois como titular.

Cuca, Danilo e Vanderlei Luxemburgo já tiveram o colombiano à disposição para jogos, mas nenhum deles chegou a colocar o jogador em campo.

Além do desconforto com o qual o jogador vem sofrendo, conforme alega o clube, a concorrência este ano tem superado Cantillo na visão dos treinadores. Fausto Vera, Maycon, Roni e até mesmo Giuliano, que atuou como volante em alguns jogos, aparecem à frente.

Cantillo comemora gol de Róger Guedes contra o Liverpool-URU – Foto: Rodrigo Coca / Agencia Corinthians

Após o empate recente entre Corinthians e Cuiabá, o gerente de futebol do Timão, Alessandro Nunes, falou sobre a questão de Cantillo, mas despistou sobre o futuro.

“É parecido com o Bruno Méndez. Se ele (Cantillo) quiser assinar um pré-contrato no meio do ano, ele poderá assinar. Ele tem contrato com a gente, precisa passar por um processo de recuperação para ficar à disposição”, disse.

Com ou sem Cantillo, o Corinthians volta a campo na próxima quarta-feira (21), quando enfrenta o Santos, na Vila Belmiro, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro, às 20h (de Brasília).

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Comentários