O Botafogo está de volta à Série A do Campeonato Brasileiro com uma campanha surpreendente. A transformação do time nas mãos do técnico Enderson Moreira chama a atenção e merece destaque, sobretudo pelo equilíbrio da competição. Não é fácil empilhar vitórias como fez o Alvinegro, numa arrancada realmente espetacular.

Vasco e Cruzeiro, outros gigantes afundados no desespero da Segundona, por exemplo, não conseguiram. Em momento algum da competição foram frequentadores do G-4. Já o Botafogo de Enderson saiu da décima terceira colocação, entrou no grupo de elite da competição, se firmou e alcançou a liderança e a vaga.

É claro que em 2022 as dificuldades serão enormes. Infelizmente, o clube não conseguiu o acesso quando o assunto são as dívidas. Longe disso. Terá que lutar contra um orçamento apertado e não poderá errar na escolha e na condução do elenco.

Para os torcedores, não é hora de se preocupar com isso, mas, sim, de comemorar. A festa no Estádio Nilton Santos foi linda, digna de um clube com tanta história e tradição. Para a diretoria, no entanto, faz-se necessário estar com a cabeça já em 2022.

O processo de reconstrução do Botafogo é longo e, com certeza, dificílimo. Mas é possível. Aos poucos, com trabalho sério,  com muita dedicação e acertos. O Alvinegro tem que voltar para ficar de vez na Série A. Os torcedores merecem ver a estrela brilhando. Um clube centenário, de tantas glórias e craques, conhecido mundialmente, não pode ser jamais tratado com descaso. Como canta a torcida, “vamos, vamos, vamos, Botafogo”!

*As opiniões contidas nesta coluna não refletem necessariamente a opinião do site Jogada10.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Comentários