Num jogo sensacional, com sete gols, o Copenhagen bateu o Manchester United por 4 a 3, de virada, no Estádio Parken, em Copenhague, nesta quarta-feira (9). Na partida válida pelo Grupo A da Champions, os donos da casa começaram perdendo, mas lutaram e buscaram a vitória. O time inglês, que tinha o controle da partida, desandou e deixou escapar o resultado.

Com a vitória, a primeira na competição, o Copenhagen subiu para quatro pontos e assumiu a segunda colocação no Grupo A. Já os Diabos Vermelhos, que somam apenas três pontos, estão na lanterna. O resultado foi péssimo para o Manchester, que se vê em situação muito complicada na Champions.

Primeiro tempo

O Manchester United entrou em campo e logo aplicou uma blitzkrieg no Copenhagen. Höjlund, aos 3 minutos, abriu o placar após passe de McTominay de4nrto da área. O atacante, oportunista, aproveitou e chutou com o gol vazio.

Os Diabos Vermelhos estavam impossíveis, com Höjlund comandando o ataque. Ele de novo dentro da área, aos 27 minutos, aproveitou a chance ao pegar rebote após chute de Garnacho. O atacante só escorou para as redes.

Perto do fim do primeiro tempo, porém, o jogo ficou movimentado. Aos 41, o Manchester perdeu Rashford, expulso. Três minutos depois o Copenhagen diminuiu. Cruzamento de Ankersen para Diogo Gonçalves, que tocou para Elyounoussi fazer 2 a 1. Em seguida a bola bateu na mão de Varane, com pênalti convertido por Diogo Gonçalves: 2 a 2.

Bruno Fernandes (8) disputa a bola com Lukas Lerager – Foto: Jonathan Nackstrand / AFP via Getty Images

Virada espetacular no segundo tempo

Com um a mais e jogando em casa, afinal, o Copenhagen começou pressionando na tentativa de virar. O time passou a arriscar mais de fora da área e foi para cima. A bola ficou mais com os dinamarqueses. Diogo Gonçalves e Elyounoussi  deram trabalho.

Em disputa na área do Copenhagen, no entanto, a bola bateu na mão de Lerager. O Manchester pediu pênalti e a jogada foi para o VAR, que assinalou a infração. Bruno Fernandes ajeitou e ampliou para 3 a 2.

Mesmo com os donos da casa em desvantagem, no entanto, o jogo ficou aberto. E Falk cruzou para Lerager, que, aproveitando falha de Dalot, escorou para empatar, aos 36 minutos. E o Copenhagen virou aos 41. Roony, de canhota, chutou de bate-pronto: 4 a 3. O Manchester, entretanto, ainda mandou uma bola na trave. E o árbitro apitou o fim da partida.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Comentários