As eleições do Vasco estão marcadas oficialmente para ocorrer no próximo sábado (dia 14/11), mas três dos poderes do próprio clube consideram que a votação do último sábado (dia 7/11) é válida e definitiva. Os presidentes Roberto Monteiro, Conselho Deliberativo, Edmilson Valentim, Conselho Fiscal, e Sílvio Godoi, Conselho de Beneméritos, assinaram, nesta quarta-feira, nota em apoio ao candidato da chapa “Somamos”, Leven Siano. O advogado foi quem mais recebeu votos no pleito do último sábado e os três citados foram à público para “legitimar” sua vitória.

Vale lembrar que os presidentes dos outros dois poderes do clube, Alexandre Campello (Administrativo) e Faués Mussa (Assembleia Geral), não assinaram tal documento. Campello, atual mandatário do clube, inclusive, já retirou sua candidatura para o próximo pleito.

Confira a nota na íntegra:

Os Presidentes dos poderes do Club de Regatas Vasco da Gama, abaixo nominados, vêm a público declarar:

1) A eleição ocorrida no dia 07 de novembro, contando com expressivo número de sócios eleitores do Vasco, cumpriu rigorosamente o estatuto e representa de forma cristalina a vontade dos sócios.

2) Quando, neste mesmo dia 07 de novembro, perto das 21hs, chegou a informação de que uma liminar suspendia as eleições, não foi apresentado à Mesa Eleitoral qualquer comunicado oficial sobre a decisão, portanto, naquele momento, isso não afetava a eficácia e a legitimidade do processo eleitoral, que já transcorria há quase 11 horas, com todas as chapas presentes e em campanha.

3) Registramos que a atuação deletéria e parcial do senhor presidente da Assembleia Geral, Faues Cherene Jassus (Mussa), tem conduzido o Club ao caos institucional. Ao contrário de defender o sócio vascaíno, que muitas vezes, com sacrifício pessoal, veio de longe para exercer seu direito de voto, o senhor Mussa, arbitrário e tendencioso, atuou nitidamente para atender aos interesses políticos de determinada chapa composta por seus familiares. A publicação de um “edital” convocando suposta nova “eleição” para o próximo dia 14 é apenas mais um capítulo desta farsa burlesca.

4) Consideramos que os sócios já elegeram seu presidente, Leven Siano, e conclamamos todos os vascaínos e vascaínas a se unirem em torno da legalidade e da democracia, trabalhando pela mais rápida normalização institucional.

Assinam:

Roberto Monteiro – Presidente do Conselho Deliberativo
Edmilson Valentim – Presidente do Conselho Fiscal
Sílvio Godoi – Presidente do Conselho de Beneméritos

 

Comentários