Considerado um dos maiores guitarristas do mundo, Eric Clapton tentou ajudar Diego Maradona a ficar livre das drogas. Foi na época em que o argentino foi para Cuba, tentando se afastar dos vícios. O jornal argentino “Clarín” desta quinta-feira traz a curiosa história. A princípio, enquanto estava em Cuba, o argentino estava sempre mudando de telefone. Dessa forma, era difícil para os amigos encontrá-lo e visitá-lo.

Maradona
Maradona teve muitos problemas com as drogas – Alexandr Mysyakin/soccer.ru/Creative Commons

Naqueles tempos, Clapton possuía uma clínica de recuperação de drogas em Antígua, no Caribe. Assim, dois jornalistas britânicos contactaram o músico para que ele ajudasse Diego. Esta poderia ser a salvação de Maradona.

Eric fundou o centro de reabilitação no ano 1998, com o intuito de encontrar a cura para o vício da heroína e outras drogas. O local não era muito longe de Cuba. Maradona não pagaria nada.

Diretamente do Japão, o guitarrista ligou e falou com Maradona, convencendo-o a ir para o local. Entretanto, isso nunca aconteceu. O argentino seguiu em Cuba e os dois nunca se encontraram.

Aos 60 anos, Maradona morreu no início da tarde da última quarta-feira (25), em Tigre (ARG).

Comentários