Com direito a show de Estevão, o Palmeiras venceu o Vasco por 2 a 0, na noite desta quinta-feira (13), no encerramento da oitava rodada do Brasileirão, subindo na tabela. Piquerez e Rony marcaram no Allianz Parque em jogadas parecidas, um em cada tempo.

A equipe de Abel Ferreira subiu e bem no elevador, ganhando quatro posições, chegando a sexto. São 14 pontos, três a menos que o líder Flamengo, que venceu na rodada. O Vasco estaciona na 14ª posição, com seis pontos. Além disso, foi a sexta derrota do Gigante da Colina, sendo a segunda nos dois jogos que Álvaro Pacheco treinou o time.

Veja como o Jogada10 avaliou as atuações do Palmeiras

Piquerez comemora seu gol, que abriu o placar para Palmeiras – Foto: Cesar Greco/Palmeiras/by Canon

LEIA MAIS: Cruzeiro vence Cuiabá pela primeira vez no Brasileirão

O jogo

Mesmo com desfalques por conta da aproximação da Copa América, o primeiro tempo foi de domínio completo do Palmeiras. Jogando em casa, o Verdão fazia o goleiro Léo Jardim trabalhar de maneira frenética. Apesar do esquema com três zagueiros, o Vasco dava muitos espaços para os adversários. Assim, Raphael Veiga, Estevão e cia davam trabalho aos defensores vascaínos em jogadas de toques curtos.

Veiga explorava os chutes de média distância, testando Léo Jardim. Em uma das poucas respostas do Vasco, Rossi arriscou de muito longe e assustou Weverton. A equipe de Álvaro Pacheco buscava o ataque por meio de bolas áreas, seja com faltas, escanteios até mesmo laterais.

Mas o Palmeiras fez valer sua superioridade para sair na frente. Em contra-ataque letal, Estevão recebeu na ponta direita, rabiscou a defesa inteira dos cariocas, e cruzou para trás. Piquerez surgiu como homem surpresa e, de direita, fez 1 a 0 para o Verdão, aos 26′.

Aos 37′, Rojas saiu de campo com uma suspeita de concussão após choque de cabeça com o jogador do Palmeiras. Dessa forma, os dois times ganharam uma substituição extra por conta do protocolo da Fifa, que permite uma mudança a mais para ambos os times nestes casos.

Segundo tempo

Piquerez foi um dos melhores em campo em vitória tranquila do Verdão – Foto: Cesar Greco/Palmeiras/by Canon

O Palmeiras arrefeceu os ataques na etapa final, mas chegou ao segundo gol com mais uma falha da defesa do Vasco. Estevão ultrapassou Sforza na facilidade e cruzou para a pequena área, com Rony só complementando para a rede, aos 10′.

Atrás no placar, só restava ao Cruz-maltino se soltar. O time carioca tentava encontrar espaços na defesa adversária em jogadas laterais e, numa delas, em cobrança de escanteio da esquerda, a jogada ensaiada deu certo e Lucas Piton cruzou de maneira perfeita para Vegetti. Dessa maneira, o centroavante testou firme para marcar um belo gol. Após análise do VAR, porém, o árbitro Ramon Abatti Abel anulou o gol por empurrão no zagueiro Murillo.

Na sequência, aos 33′, o Palmeiras também teria um gol anulado. Em mais uma jogada pelo lado direito de ataque, Marcos Rocha recebeu no fundo, e cruzou para trás, em lance parecido com o primeiro gol. Zé Rafael mandou com muita categoria no ângulo de Léo Jardim. No entanto, Abatti Abel voltou ao VAR e encontrou falta em Zé Gabriel na origem do lance.

Estevão brilhou contra o Vasco, com duas assistências – Foto: Cesar Greco/Palmeiras/by Canon)

Por fim, o Palmeiras volta a campo na próxima segunda-feira (17), quando visita o Atlético-MG, na Arena MRV, pela nona rodada do Brasileirão. Por outro lado, o Vasco pega o Cruzeiro, em São Januário, no próximo domingo (16).

PALMEIRAS 2 x 0 VASCO

Oitava rodada do Campeonato Brasileiro

Data e horário: 13/06/2024, às 21h30 (de Brasília)
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Público e Renda: 37.641 torcedores/ R$ 3.025.701,01
Gols: Piquerez, 26’/1ºT (1-0); Rony, 10’/2ºT (2-0);
PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Murilo, Naves e Piquerez; Moreno, Zé Rafael. (Fabinho, 46’/2ºT), Lázaro (Mayke, 29’/2ºT), Raphael Veiga (Gabriel Menino, 40’/2ºT) e Estevão (Caio Paulista, 29’/2ºT); Rony (Flaco López, 46’/2ºT) . Técnico: Abel Ferreira
VASCO: Léo Jardim; Puma Rodríguez (Paulo Henrique, 37’/2ºT), Maicon, Rojas (Sforza), Léo e Lucas Piton (Victor Luis, 37’/2ºT); Zé Gabriel (Hugo Moura, 43’/2ºT), Galdames, David (Adson, intervalo) e Rossi (Rayan, 13’/2ºT); Vegetti. Técnico: Álvaro Pacheco
Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC/FIFA)
Assistentes:
Fabricio Vilarinho da Silva (GO/FIFA) e Eduardo Goncalves da Cruz (MS)
VAR: Wagner Reway (ES/VAR-FIFA)
Cartões Amarelos: Rony (PAL); Sforza e Victor Luís (VAS)

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Comentários