Domènec Torrent preocupado com o fim do jogo. Foto: Alexandre Vidal/ Flamengo

A alegria com a boa atuação dos reservas do Flamengo na vitória de 3 a 1, nesta quarta-feira, sobre o Bruno Barranquilla, no Maracanã, estava estampada no rosto do técnico Domènec Torrent ao chegar abraçado ao vestiário do time com o vice-presidente de futebol Marcos Braz. E não era para menos. Os reservas apresentaram uma atuação de time titular. Só para se ter uma ideia, o Flamengo teve  71% de posse de bola e finalizou 16 vezes. Uma atuação de gala. No entanto, ele torce para poder contar com a equipe principal no domingo, contra o Internacional, em Porto Alegre.

– Não tenho certeza  (se poderá contar com o Arrascaeta e o Rodrigo Caio). Tenho que falar com o departamento médico, mas acho que está mais perto para o Arrascaeta –  disse o treinador.

Sobre a melhora da equipe taticamente, o espanhol voltou a lembrar de que os treinadores, principalmente estrangeiros precisam de tempo para preparar as equipes.

– Estamos mais confortáveis com o elenco e o elenco está mais confortável com a gente, Não é fácil mudar as coisas quando ganharam quase tudo. Precisamos de tempo – comentou.

 

Ele destacou a atuação do atacante Lincoln:

– Quando eu cheguei tinha alguns jogadores treinando à parte. Um deles era o Lincoln. Decidi trabalhar com todos e falei com ele o que deveria melhorar. Ele tem muita qualidade.

Comentários