Nos embalos de sábado à noite, o Botafogo não se intimidou com a Neo Química Arena lotada e derrotou por 1 a 0 o Corinthians pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro. Júnior Santos anotou o gol solitário que permite ao Glorioso dormir na liderança da competição.

Este triunfo, aliás, foi histórico. Afinal, pela primeira vez a equipe carioca venceu o adversário atuando na Neo Química Arena desde a fundação em 2012. Antes do duelo deste sábado (1/6), foram seis derrotas e dois empates.

Com o resultado, o Glorioso iguala os mesmos 13 pontos de Athletico e Bahia, mas supera os rivais nos critérios de desempate. Paranaenses e baianos, contudo, entram em campo neste domingo (2), contra Fortaleza e Atlético, respectivamente.

O Timão, por outro lado, cai para a 17ª colocação, estacionado com cinco pontos, e entra na zona de rebaixamento.

Júnior Santos comemora seu gol ao lado dos companheiros na Neo Química Arena – Foto: Vitor Silva/Botafogo

Primeiro tempo: muita imposição física

Com muita imposição física, o Corinthians esteve mais próximo da meta adversária. Porém, sem compactar os setores, os donos da casa pararam na marcação. O Botafogo teve um pouco mais de soluções e recursos, investindo nos arranques em velocidade. Em especial pela direita com Luiz Henrique. Assim, os visitantes acharam bons espaços. Faltou, porém, capricho de Marlon Freitas e Danilo Barbosa no momento de finalizar.

Júnior Santos em ação diante do Corinthians, em Itaquera – Foto: Vitor Silva/Botafogo

Segundo tempo: o encontro dos irmãos Romero

O Botafogo voltou melhor e ocupou mais os espaços no campo ofensivo. A etapa, aliás, foi marcada pelo encontro dos gêmeos Romero. Ángel, pelo lado dos paulistas, entrou aos 23, cinco minutos depois de Óscar, do time carioca. Com um pouco mais de liberdade para selecionar as jogadas, o Glorioso colheu a recompensa aos 14 minutos, quando Savarino tocou em profundidade para Cuiabano, que cruzou na medida para Júnior Santos marcar.

A partir daí, cresceu a trocação entre as equipes. O Corinthians partiu para o abafa e teve boas chances de empatar. Nos minutos finais, Yuri Alberto recebeu na ponta esquerda da área, finalizou cruzado, mas a bola carimbou a trave. Por outro lado, o Timão deu espaços que poderiam ter sido melhor aproveitados pelos cariocas. Mas não fez falta. Com muita consistência coletiva, o Botafogo soube se comportar de forma madura até o apito final.

CORINTHIANS 0X1 BOTAFOGO

Brasileirão-2024 – 7ª rodada 
Data e horário: 1/6/2024 (sábado)
Local: Neo Química Arena, São Paulo (SP)
Público: 41.281 (40.937 pagantes)
Renda: R$ 2.614.293,50
Gol: Júnior Santos, 13’/2ºT (0-1)
CORINTHIANS: Carlos Miguel; Matheuzinho (Fausto Vera, 38’/2ºT), Félix Torres, Cacá e Hugo; Raniele, Breno Bidon (Ángel Romero, 23’/2ºT) e Rodrigo Garro; Igor Coronado, Wesley (Gustavo Mosquito, 15’/2ºT) e Yuri Alberto. Técnico: António Oliveira
BOTAFOGO: John; Damián Suárez, Lucas Halter, Bastos e Cuiabano; Danilo Barbosa (Gregore, 29’/2ºT), Marlon Freitas e Tchê Tchê (Yarlen); Luiz Henrique (Óscar Romero, 18’/2ºT), Savarino (Tiquinho Soares, 29’/2ºT) e Junior Santos. Técnico: Artur Jorge.
Árbitro: Anderson Daronco (Fifa-RS)
Assistentes: Bruno Boschilia (Fifa-RS) e Tiago Diel (RS)
VAR: Pablo Ramon Pinheiro (Fifa-SP)
Cartões amarelos: Félix Torres, Wesley (COR); Danilo Barbosa, Marlon Freiras, Luiz Henrique, Óscar Romero (BOT)
Cartão vermelho: –

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Comentários