Marquinhos vive um momento de alta. Campeão de tudo na França e vice-campeão da Champions, o zagueiro foi recentemente votado para o time de todos os tempos do Paris Saint-Germain. Nesta segunda-feira, foi ele o escolhido para a entrevista coletiva da Seleção, na Granja Comary.

Marquinhos durante a coletiva da Seleção (Lucas Figueiredo CBF)

Ele se mostrou feliz por ter conseguido evoluir nos últimos anos. E, claro, ser elogiado pela sua versatilidade, já que pode jogar muito bem tanto na defesa quanto como volante. Para Marquinhos, o jogador moderno precisa tentar o mais rapidamente possível a ter multifunções.

– Isso é importante. Hoje já estou bem acostumado. Venho há alguns anos fazendo esse balanço de uma posição e de outra. No começo, pode ser que me perturbasse um pouco, mas hoje estou muito acostumado e adaptado – disse, acreditando que com isso pode ajudar ainda mais a Seleção.

Marquinhos já teve Covid-19. E elogiou o protocolo de segurança da CBF:

  • É um momento diferente e ao mesmo tempo especial para nós, depois de tanto tempo fora da Seleção. Ter a oportunidade de voltar e atuar dentro desse contexto, um contexto excepcional.

Comentários