Confira abaixo como o Jogada 10 analisou as performances dos jogadores do Santos neste domingo, na Vila Belmiro, contra o Bahia, pela Série A do Brasileirão. Deu Peixe 3 a 1.

Santos x Bahia - 19ª rodada Brasileirão - 01/11/2020
Jogadores do Santos festeja com Jobson que marcou o terceiro do Santos sobre o Bahia – Ivan Storti Santos FC

 

JOÃO PAULO – Grandes defesas no início dos dois tempos. Vive boa fase  – NOTA 6,5

MADSON – Apareceu muito bem para fazer o primeiro gol santista. Mais uma atuação convincente – NOTA 6,5

LUCAS VERÍSSIMO – Muito boa jogada no lance do gol de Marinho. Seguro- NOTA 6,5

LUAN PERES – Furou feio no lance do  gol do Bahia. Tirando isso, atuação discreta – NOTA 5,5

FELIPE JONATAN – Com o Bahia deixando uma avenida pelo seu setor, apareceu várias vezes no ataque e quase fez um gol – NOTA 6,0

JOBSON – Muito inteligente e prático, como na assistência para o gol de Marinho e teve a felicidade de cobrar uma falta e  ver Douglas engolir um frango- NOTA 7,0

DIEGO PITUCA – Foi um ótimo articulador. Se entende bem demais com Jobson – NOTA 7,0

JEAN MOTTA – Foi o jogador menos criativo do setor de criação no primeiro tempo.  Cresceu na etapa final, quando passou a ser mais incisivo pela direita – NOTA 6,0

MARINHO – Sempre  perigoso. Fez um bonito gol, cobrou falta muito perigosa. Deu trabalho para a defesa do Bahia – NOTA 7,0

KAIO JORGE – O esquema do Santos não o favorece tanto, sempre vai aparecer menos do que Soteldo e Marinho, mas a sua movimentação foi importante para a mobilidade ofensiva – NOTA 6,0

SOTELDO – Foi o articulador da jogada do gol de Madson e sempre uma ótima opção. O esquema dele de fechar pelo meio deixando Jobson pela esquerda, foi uma boa sacada de Cuca- NOTA 6,0

LUCAS LOURENÇO – Assumiu a vaga de Juan Motta e não apareceu muito – NOTA 5,0

SANDRY – Jogou dez minutos na vaga de Jobson e pouco apareceu – SEM NOTA

ÂNGELO-  O garoto de 15 anos entrou na vaga de Soteldo e atuou dez minutos  para ganhar um pouco mais de cancha – SEM NOTA

MARCOS LEONARDO –  Entrou nos acréscimos – SEM NOTA

TEC:  CUCA: O Santos tem um esquema bem delineado por Cuca. O entrosamento de  Pituca/Jobson e de Marinho/Soteldo facilitam o trabalho de técnico, como se viu mais uma vez, com este quarteto se movimentando muito e  induzindo a marcação do Bahia ao erro.  Cuca tem o time na mão e sabe tirar muito do elenco  NOTA 7,0

BAHIA – O time cometeu muitos erros defensivos no primeiro tempo. Na etapa final, melhorou.  O goleiro Douglas fez ótimas defesas e, mesmo com a falha no terceiro gol, merece destaque. Mas o time é bastante irregular. Mano Menezes ainda não encontrou o posicionamento ideal. NOTA  MÉDIA 5,0

Comentários