O Grêmio tem estrela. Na partida de ida pelas quartas de final da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, na Arena Pantanal, o time fez uma partida apenas mediana no primeiro tempo e foi dominado pelo Cuiabá na etapa final. Viu o adversário finalizar muito mais e obrigar o goleiro Vanderlei a ser o melhor em campo. Entretanto, saiu com a vitória por 2 a 1. Isso o coloca com ótima vantagem para o jogo da volta, no Olímpico, na próxima quarta-feira. Um empate o qualificará para enfrentar na semifinal o vencedor do mata-mata entre Flamengo e São Paulo. Diego Souza e Jean Pyerre, de pênalti, fizeram os gols dos gremistas. Willians Santana marcou para o Cuiabá, treinado pelo interino Franco Muller, pois Marcelo Chamusca acertou a sua ida para o Fortaleza nesta quarta-feira e assumirá a vaga de Rogerio Ceni (agora no Flamengo).

GREMIO X CUIABA - FUTEBOLCOPA DO BRASIL 2020
Diego Souza (segundo da direita para a esquerda) celebra com os companheiros o primeiro gol do Grêmio, marcado por ele.  Os gremistas venceram por 2 a 1 o Cuiabá  – LUCAS UEBEL GRÊMIO FBP

O jogo foi realizado sob chuva, mas teve boa qualidade técnica, com os times buscando muito e sendo eficazes nas jogadas pelos flancos e sendo eficazes. O Grêmio saiu na frente quando Victor Ferraz cruzou na cabeça de Diego Souza, aos sete minutos. O Cuiabá empatou aos 18 quando Hayner foi perfeito no cruzamento para Willians empatar. Aos 42m, Pepê foi derrubado por Anderson Conceição. Jean Pyerre cobrou bem para fazer 2 a 1.

Grêmio sob pressão

Veio o segundo tempo e o Cuiabá voltou massacrando. Foi um milagre o time não chegar ao empate. O lance de maior perigo foi uma sequência insana numa mesma jogada. Vanderlei fez milagres à queima-roupa em cabeçada de Willians e chute de Elvis e, na segunda rebatida, Maxwell mandou na trave. Quase inacreditável. O Cuiabá seguiu assustando em chutes de fora da área ou tentando aproveitar os erros de posicionamento da zaga gremista no chuveirinho. Tudo isso levava ao desespero o treinador Renato Gaúcho, que esbravejava, reclamava de tudo. Depois dos 30 minutos, quando a chuva virou tempestade,  o Cuiabá cansou. Enfim, o Grêmio respirou e até teve chance para ampliar, o que seria ainda mais injusto.

CUIABÁ  1×2  GRÊMIO
11/11/2020 – Copa do Brasil, Jogo de ida

Local: Arena Pantanal, Cuiabá (MT)
Cuiabá: João Carlos; Hayner (Lucas Ramon, aos 23′ do 2ºT), Kunde, Anderson Conceição e Romário; Nenê Bonilha (Auremir, aos 23′ do 2ºT), Matheus Barbosa (Pierini, aos 28′ do 2ºT), Elvis  (Diego Jardel, aos 23′ do 2ºT) e Maxwell; Willians Santana (Perdigão, aos 12′ do 2ºT) e Yago. Técnico: Franco Müller
Grêmio:  Vanderlei; Victor Ferraz, Pedro Geromel, David Braz e Bruno Cortez; Lucas Silva, Matheus Henrique (Paulo Miranda, aos 42′ do 2ºT) e Jean Pyerre (Thaciano, aos 20′ do 2ºT); Ferreira (Everton, aos 17′ do 2ºT) , Diego Souza (Churín, aos 20′ do 2ºT)  e Pepê  (Diogo Barbosa, aos 42 do 2ºT) Técnico: Renato Gaúcho
Gols: Diego Souza, aos 7′ do 1ºT (0-1); Willians Santana, aos 18′ do 1ºT (1-1); Jean Pyerre, aos 42′ do 1ºT (1-2)
Árbitro: Vinícius Gonçalves Araújo (SP)
Assistentes: Anderson Coelho e Daniel Marques (SP)
Árbitro VAR: Rodrigo Guarizo do Amaral (SP)
Cartões Amarelos: Willians Santana (CUI);
Cartão Vermelho:

Comentários